sexta-feira, julho 03, 2020

Tanta coisa com a TAP

Eu já dei a volta ao mundo e nas voltas que o mundo dá, já voei em muitas companhias aéreas e para mim no TOP 10 (das piores) está a TAP!

Sempre que voei com a TAP tive problemas: mudança de porta de embarque, atraso no arranque, snack vergonhoso (face aos altos preços que paguei), perderam-me a bagagem, destruíram-me uma mala, falhas de comunicação e na minha ultima viagem até Overbooking houve! Vinha no último voo da Madeira para Lisboa, e além de ter havido problemas com tamanhos das malas permitidos em cabine, até pessoas vieram sentadas em todo o lado, com os hospedeiros a terem que ceder os seus lugares a passageiros… aconteceu de tudo!

As hospedeiras (salvo algumas excepções) são de uma antipatia atros, até já voei com a hospedeira do primeiro voo do Gago Coutinho e do Sacadura Cabral, de tão idosa que era…

Por exemplo, existe uma diferença do dia para a noite entre a SATA e a TAP, desde o conforto dos bancos, a higiene e limpeza, as comidas e bebidas. Eu tenho 1,92cm e para mim é muito importante o espaço entre pernas (na SATA é muito superior). Até o Check in, o embarque e finalmente a relação qualidade preço, a SATA é superior à TAP em tudo.

As vezes acho que até a EsayJet é melhor que a TAP.

Agora anda tudo preocupado com a TAP, eu só em última hipótese é que voo na TAP e querem gastar o meu/nosso dinheiro com um cancro destes?

A TAP é uma vergonha, e não se justifica o dinheiro que já gastámos e queremos gastar com ela, para mim a TAP está ao nível de um BES, Novo Banco.

Damos para lá o meu/nosso dinheiro, para terem prejuízos astronómicos, mas depois dão prémios!! O administrador da TAP, Abílio Martins, recebeu 110 mil euros de prémio da TAP. Ao todo, a companhia aérea pagou bónus no valor de 1,17 milhões de euros a 180 pessoas, apesar de ter registado um prejuízo de 118 milhões de euros no ano passado.

Isto é gozar com quem trabalha e com o nosso dinheiro.

Por mim a TAP pode fechar, era um favor que fariam a Portugal, a TAP é uma vergonha!


quarta-feira, junho 24, 2020

AQUELES QUE FALAM DE MIM PELA FRENTE E PELAS COSTAS

Este desabafo de alma é para aqueles que me conheceram e que falam mal de mim.

Em alguns casos posso até dar-lhes razão, em pouco mais de 40 anos vivi uma vida cheia, e vivi-a à minha maneira. Arrependimentos, tenho alguns, mas tão poucos que nem vale a pena falar deles.

Sei que falhei algumas vezes como filho, neto e sobrinho, como amigo ou conhecido, amante, namorado ou marido. Nem sempre sou apaixonado por mim... às vezes sou feliz, outras não.

Muitas vezes não digo nem faço as coisas mais certas. Já fiz muitas coisas boas, outras não tão boas, e ainda fiz algumas asneiras. Não pretendo ser alguém que não sou. Quando amo, faço-o com todo meu coração.

Nunca puxei o tapete a ninguém, sei que todos têm o seu lugar no mundo. Sei que o sol não faz distinção e que nasce para todos.

Posso até não ser a melhor pessoa do mundo, mas já melhorei bastante… Já não sou quem eu era... ainda bem... mas ainda não sou quem quero ser.

Ainda acredito num mundo melhor, para todos e não só para mim.

Não me peço desculpa por ser assim. Tenho orgulho de ser quem sou. Têm razão!!!

Mas voltando àqueles que andam por aí a dizer mal de mim, mesmo assim desejo-lhes tudo de bom. Alguns deles, até privam ou privaram bem perto de mim. A muitos, já matei a fome, já os ajudei a eles à família deles e não me arrependo pois gosto mesmo de ajudar quem procura ajuda, e ajudo sempre com boas intenções e desinteressadamente (mesmo que acabe muitas vezes por sair queimado).

Vi muitas vezes a sombra deles mesmo sem lhes dizer e nas minhas costas, as costas deles. Por outro lado, uma parte de mim fica contente quando certos indivíduos dizem mal de mim pois, mesmo os malformados, os mal resolvidos ou de carácter duvidoso, não perdem tempo a falar mal das abéculas, amibas e invertebrados.

Mas agora, os que ousam inventar coisas/ estórias ou intrigas, apenas para chamarem alguma atenção para si… para mim são seres que não passam de parasitas energéticos, bisbilhoteiros, cosculheiros e calhandreiros invejosos, esses têm vidas vazias como intestinos depois de um clister.

Também é verdade que aquilo que dizemos dos outros, revela aquilo que somos.

Ao longo da minha vida tive grandes Mestres que admirei e que foram mentores e grandes seres humanos de excelência (tais como: Edmundo Pedro, Altino do Tojal, Dr. Gustavo Soromenho, João Mota, Abílio Belo Marques, Carlos Paredes, Adriano Correia de Oliveira, Maluda, Dr. Raúl Rego, Beatriz Costa, Jesus Ferreira, Prof. Agostinho da Silva, entre dezenas de outros), verdadeiros vultos e mesmo assim de TODOS ouvi alguém falar mal. TODOS, sem exceção. Às vezes fico “parvo”, como podem dizer isto ou aquilo deste mestre que eu tanto admirava? Se há sempre quem tenha coragem de dizer mal de seres assim, não sei porque ainda me admiro quando dizem mal de mim!

No meio disto tudo que é a Vida, o tempo e/ou outra força qualquer, felizmente existe sempre uma forma de fazer justiça e revelar a Verdade. É nesta Vida que ainda habita a minha paz. Além de me perdoar por ter “aceite” privar com “pessoas” que não tinham qualidade humana ou intelectual para se encontrarem comigo. Mas como se diz: O que não nos mata só nos torna mais forte!

E ainda há os ressabiados que não me conhecem, que nunca me puseram a vista em cima, que nunca me ouviram ou leram, nem sentiram a temperatura do meu toque. E mesmo assim são maldizentes, como quem desdenha de alguém com muita notoriedade, talvez para eles eu tenho essa dita notoriedade embora eu não me reveja nela.

Este desabafo de alma não é para aqueles que se opõem às minhas ideias, ou reprovam abertamente as minhas opiniões, discordam naturalmente das minhas opções e atitudes. Isso para mim é normal, pois para mim isso é um facto que já aceitei há muito, que nem todos pensam como eu e ainda bem, pois da diferença nasce a Luz!

Este desabafo de alma também não é para os (que se contam pelos dedos de uma mão) que me podem criticar e ainda acabamos a rir, e me chamam à razão/terra quando eu me estico. Mas esses sabem e tem “legitimidade” para o fazer, pois eu reconheço-os pela sua franqueza, valor humano e intelectual.

Estes sabem quem são, bem como os outros que também o sabem!

Sabem uma coisa, a todos eu perdoo! (mas não esqueço)

 

sexta-feira, abril 24, 2020

25 de Abril de 2020

Poema de Abril Foi a ditadura mais longa de todas as ditaduras que aconteceu em Portugal. O Povo esperava pela Liberdade, mas ela não vinha Tardava e os dias escureciam. Mas foi pela noite, que ela apareceu Montada numa chaimite e fez-se o dia mais belo de todos os dias. Os Corpos cansados dançaram Numa festa de cravos e esperança. Foi de noite que libertaram aqueles que estavam presos em nome da Liberdade. Entre abraços os Portugueses se amaram, Foi bonita a festa! 24 de Abril de 2020 Henrique Tigo

A minha quarentena!


Faz 40 dias que estou em casa, e todos os dias dou graças por isso!
Prefiro estar 40 dias em casa do que estar 1 hora numa cama de hospital!
Quando vim para casa senti-me grato, pois não sabia se estava contaminado e se poderia estar a contaminar outros.
Nestes 40 dias saí de casa umas 4/5 vezes e apenas para ir à farmácia e/ou comprar comida e sinceramente não gostei do que vi!
Umas pessoas que achavam que era invencíveis e outras cheias de medo...
Apercebi-me de tanta coisa, por exemplo de quem são os meus amigos, aqueles que quiseram e querem saber de mim através de mensagens, telefonemas, e-mails, etc., e aqueles que não disseram nada e outros que nem responderam às minhas tentativas de contacto.
Descobri ainda que mesmo em casa, os caluniadores “profissionais” continuaram a arranjar e/ou propagar calúnias e mentiras com aquela máxima “está na Net é porque é verdade!”
Notei que existem pessoas mal resolvidas que não conseguem estar em casa e em família e que eu cada vez dou mais valor à minha casa e àquilo que tenho... e não à suposta fama, dinheiro, reconhecimento, e/ou influência (que alguns pensam de mim), mas Sim ao amor, às pessoas que estão ao meu lado e àquilo que consegui construir.
Que venham mais 40 dias, pois estou pronto!

sexta-feira, dezembro 13, 2019

Entrevista na RTP2 Sociedade Civil

Uma entrevista na qualidade de Grão-mestre da Confraria dos Enchidos no programa da RTP2 Sociedade Civil.

https://www.rtp.pt/play/p5300/e444531/sociedade-civil


terça-feira, dezembro 03, 2019

segunda-feira, novembro 04, 2019

quinta-feira, julho 18, 2019

Lei das Beatas

Agora também se fazem leis pelo Telhado. Estou a falar da Lei das “Beatas” atiradas para o chão, eu sei que aproximadamente 60 milhões de filtros de cigarro foram apanhados desde a década de 80. Isto ultrapassa em muito a quantidade de plásticos. Que são uma enorme fonte de poluição e tal.
Mas a verdade é que 80% do que pagamos por um maço de cigarros, são impostos, os fumadores, esses grandes criminosos, já só tem 10% de locais onde podem fumar e agora nem esses, pois e voltando a questão de fazer as leis pelo telhado, onde estão os cinzeiros? Podemos andar quilómetros nas ruas de Portugal e não encontramos um único cinzeiro! Vamos fazer o quê meter a cinza e as beatas no bolso até chegarmos a casa?
Ou esta lei parva vai ser como a de atirar beatas dos carros em andamento? Onde até hoje nunca ninguém foi multado por isso!
Já sei fez-se a lei porque fica bem, porque é politicamente correcto! Tal como os peões atravessar a rua fora da passadeira, também é crime passivo de coima desde 2001 e até hoje ninguém foi autuado por isso.
Vivemos no Portugal do faz de conta.
Metam lá os cinzeiros e depois pensei em multas as pessoas!